Zu Inhalten springen

Parks und Natur in Chapada Diamantina National Park

Erstklassige Parks

National Park
“Localizada no coração da Bahia, a Chapada Diamantina é considerada um oásis em pleno sertão nordestino, com temperaturas amenas e reduto para diversas nascentes. Formada por dezenas de municípios, com quase 40 mil km², a região foi desenhada ao longo de bilhões de anos, quando as chuvas, os ventos e o rios esculpiram as rochas, criando vales e montanhas. Da exploração de minérios às mais diferentes formas de turismo, a Chapada ficou conhecida em todo o mundo pela sua beleza cênica. A cultura garimpeira deixou o seu legado e, junto com tantas outras, deu sentimento, sabor e identidade à Chapada. Com uma rica arquitetura, em grande parte, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), o lugar é um reduto para o intercâmbio cultural entre nativos e turistas. Sede do segundo maior parque nacional do Brasil e berço para espécies de plantas e animais exclusivas, o destino recebe milhares de visitantes a cada ano, ávidos por experimentar os diferentes atrativos das localidades que compõem a região, com direito a uma boa dose de adrenalina, afinal, não é à toa que a Chapada Diamantina é referência no turismo de aventura no Brasil. É hora de transformar o sonho em realidade e viajar por esta terra de encantos e singularidades! Entenda a região Devido à dimensão do território da Chapada Diamantina e às grandes distâncias existentes entre os principais atrativos naturais e as cidades turísticas, programar uma viagem para a região requer uma atenção especial. Confira: Escolha da cidade A infraestrutura turística da Chapada Diamantina está instalada nos municípios de Lençóis, Mucugê, Andaraí, Ibicoara, Palmeiras, Rio de Contas e nas vilas de Igatu e Vale do Capão. Por isso, a melhor opção é escolher essas localidades para ficar hospedado e a partir daí se organizar para conhecer os principais atrativos, espalhados de norte a sul do território. Dica Antes de reservar hospedagem em apenas uma cidade, pesquise o que mais deseja conhecer. Isso evitará que você perca tempo em estradas. O que fazer As agências de turismo oferecem diversas opções de roteiros que reúnem e organizam o acesso aos atrativos. Os roteiros variam de um a oito dias e oferecem pontos turísticos localizados no entorno do Parque Nacional da Chapada Diamantina. Alguns pacotes completos, com passeio e hospedagem, podem ser adquiridos pela internet ou quando o visitante chega ao destino. Esforço físico Os passeios também possuem diferentes níveis de esforço físico e ainda podem ser adequados ao perfil de cada pessoa. Os guias garantem que quem decide o ritmo da caminhada é o turista e, para facilitar, nas trilhas mais longas são oferecidos serviços como a contratação de uma pessoa para levar as bagagens. Melhor época para viajar O clima semiárido – com sol durante todo o ano e poucos períodos de chuva – também contribui para o viajante eleger a época que mais é conveniente. Tempo indicado O tempo mínimo indicado para visitar a região é de quatro dias e o ideal é pelo menos sete, período necessário para conhecer os pontos turísticos mais famosos. Para quem vem de ônibus ou avião Para se deslocar de uma cidade para outra não é indicado contar com transportes intermunicipais, pois eles não possuem horário regular. A melhor opção é contratar um transfer, alugar um carro ou fechar um pacote com uma agência. Para quem vem de carro Neste caso é possível ter mais liberdade para organizar seu próprio roteiro. Antes de viajar, procure estudar o que mais gostaria de fazer para traçar melhor o seu itinerário. Por que é tão importante contratar um guia de turismo? A Chapada Diamantina possui uma enorme área silvestre. Por isso, é imprescindível que você esteja acompanhado por alguém que conheça bem cada lugar e que tenha treinamento em primeiros socorros. Além disso, esse profissional pode enriquecer sua viagem com informações sobre a fauna, flora, geologia e história da região. Procure um guia apenas nas agências e Associações de Condutores de Visitantes e não contrate menores de 18 anos. Essa prática é proibida pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. ”
  • Von 6 Einheimischen empfohlen
Park
“Located in Lençóis this waterfall is just stunning. It's also one of the hardest trail around the city, 3h walk through the bushes and rivers, but definitely worth it. A local guide is needed for this trail. ”
  • Von 4 Einheimischen empfohlen
National Park
  • Von 2 Einheimischen empfohlen
Park
  • Von 1 Einheimischen empfohlen
Park
“Pertinho de Lençóis, e perto também do morro do pai Inácio.. uma cachoeira linda...primeiro pode tomar um bom banho no rio Mucugezinho, e depois uma caminhada e 20 min para chegar no Poço do Diabo.. valeu muito a pena.”
  • Von 2 Einheimischen empfohlen
Park
“Equipe nativa, contribui com projetos na cidade e oferece apoio noturno durante os dias que o turista realiza passeios.”
  • Von 1 Einheimischen empfohlen
0